O amor não correspondido

O amor não correspondido
psicologa bradesco


É caracterizado pela falta de reciprocidade em pontos importantes, abrindo espaço para a frustração e a tristeza.

Pode ser a ausência de:

Paixão -  Não há desejo de tocar, sentir, beijar, abraçar e ter contato sexual com o outro; e pode haver rejeição manifesta no momento de receber contato físico. Se esta rejeição de contato físico ocorrer em diversos contextos, certamente não há atração física. Mas se ocorrer em alguns contextos, outras variáveis podem estar envolvidas, como por exemplo, a vergonha de se expor em público, etc.

Intimidade - Mesmo quando há atração física, a falta de intimidade pode indicar uma relação superficial, que poderá não sobreviver ao conhecimento mais íntimo sobre o outro. 

Compromisso -  A paixão e a intimidade podem caminhar juntas numa relação afetiva, mas se não houver comprometimento, a relação poderá sofrer um prejuízo relevante. Como se relacionar com alguém que não se faz presente? Que não mantém a palavra perante um compromisso assumido? Que não se recorda dos compromissos assumidos? Que não se importa com o bem estar do outro?


O amor não correspondido é percebido quando o esforço para chamar a atenção do outro for enorme e desproporcional.
Quando isto ocorre, não há muito o que fazer. Sugere-se que o indivíduo não-correspondido reflita sobre os motivos que o levam a vivenciar uma relação desigual em termos de afetividade e busque formas mais saudáveis de se relacionar.  Caso esta tarefa seja difícil, acima das suas forças, procure ajuda psicológica.


Comentários

Consultório de Psicologia da Bela Vista - Acolhimento humanizado

 

Bem vindo(a). 


Se chegou até aqui, certamente busca o começo do processo de reforma interior, rumo à evolução emocional que permitirá levar a vida de forma mais leve e saudável, Sendo assim, aAgendamento Acolhimento Humanizado com


Psicologa sp
Psicólogos em São Paulo