Psicólogo, Terapia, Psicoterapia e Psicanálise


Psicólogo, Terapia, Psicoterapia e Psicanálise: qual  diferença entre estes termos? Este artigo tem como finalidade esclarecer alguns pontos.
Psicólogo, Terapia, Psicoterapia e Psicanálise.  Terapia individual e terapia de casal. Marque sua consulta. Psicóloga Bradesco, Psicólogos Amil, Sulamérica
que faz um psicólogo? E como ele pode lhe ajudar?
​O PSICÓLOGO é um profissional que oferece ajuda emocional, afetiva e racional; que ajuda a entender  medos e  raivas; que ensina a expressar sentimentos de indignação; que ampara na hora da dor; que motiva; que mostra ao  suas potencialidades, convertendo defeitos em qualidades, medo em coragem, tristeza em alegria, raiva em amor.

Nas últimas décadas, o papel do   PSICÓLOGO na sociedade tem se expandido, agregando novas ferramentas de trabalho disponíveis nos variados meios sociais. Encontramos PSICÓLOGO clínico, educacional, organizacional,  nas escolas, nas empresas, hospitais, conselhos tutelares, defensorias públicas, etc., Isto significa que o   PSICÓLOGA hoje tem uma função mais ativa na sociedade.

Existem outras modalidades de trabalho que os Psicólogos  podem desenvolver. Para isto é necessário um acordo entre o paciente e o cliente. Ressaltando apenas que nossa profissão é exercida obedecendo um CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL.

Como escolher bons psicólogos? 
Se você  precisa de ajuda emocional, certamente procura bons PSICÓLOGOS. A Dica é: procure referências na Internet, leia seu currículo, verifique se o CRP está ativo e se a proposta de atendimento atende suas demandas.

Refere-se ao trabalho do psicólogo Clínico, que atua dentro de uma clínica de psicologia. É uma terapia oferecida por um   Psicoterapeuta. Comumente, usamos algumas abordagens para realizar nossos atendimentos:

Psicanálise – Refere-se ao estudo do Inconsciente do indivíduo. O atendimento em psicanálise é dado por um Psicanalista, dentro de seu consultório de psicanálise. Geralmente conduzida por PSICÓLOGOS ou PSICÓLOGA  com formação em PSICANÁLISE.
  
Terapia cognitivo comportamental – Modelo de terapia aplicada por um psicólogo com formação em TCC, que visa tratar de distorções de pensamentos, comportamentos e crenças. Ideal para tratamento de Ansiedade e depressão.

Humanista-Existencial. Método focado no acolhimento e aceitação incondicional. 

 Quando buscar terapia 

Certamente você já se perguntou: “Preciso de Terapia ?” (pode ser PSICOTERAPIA Individual ou em grupo para crianças, adultos ou casais).

Percebe-se que há uma grande movimentação das pessoas, que buscam em sites  ou blogs de psicologia. Neste mundo conturbado que vivemos, onde a ansiedade, a depressão e o estresse permeiam nosso cotidiano, parece quase impossível imaginar que alguém consiga viver sem a ajuda emocional de um Psicólogo. Qualquer coisa que aconteça (longe ou perto de nós) já leva a oscilação de humor.
  
Algumas pessoas realmente precisam de terapia por um bom tempo, enquanto outras precisam apenas de orientações psicológicas e aconselhamento. O PSICÓLOGO, PSICÓLOGA , ou PSICANALISTA pode ajudar você a encontrar respostas, ouvir seus desabafos sem julgamentos nem críticas, com absoluto sigilo.

Existem algumas regras para saber se você precisa de terapia: quando a ansiedade, o estresse, a depressão, a dificuldade de relacionamento estiverem provocando grandes danos emocionais; quando estiver perdido em seus pensamentos, sem conseguir achar direção, quando o medo estiver maior que a coragem de enfrentar as dificuldades; quando a vergonha de ser quem você realmente é estiver tolhendo seus passos; quando a dor  for muito insuportável; quando perder seu sono, seu apetite e seu desejo sexual; quando for vítima de abuso psicológico.... sim, é hora de buscar Terapia.

Mas se você consegue lidar bem com seus conflitos emocionais, com suas dificuldades de relacionamentos, com seus medos, suas dúvidas, etc. talvez não precise de terapia, mas sim de orientação psicológica para perda compreender alguns pontos.

O que a Psicoterapia pode oferecer?
A terapia pode ajudar na: Superação de término de relacionamento, ciúme patológico, amor patológico, dificuldade de relacionamento, Ansiedade crônica, Depressão leve moderada ou grave, Necessidade de aceitação, Baixa autoestima, Lidar com sentimento de culpa.

Manter um relacionamento felizLidar com perdas, abandonos e solidão, problemas no trabalho,  Carência afetiva, Dependência emocional e afetiva, Desmotivação, Estresse, estafa, Dificuldade de comunicação, Dificuldade em tomar decisões, Dificuldade de relacionamento,

Dificuldade de demonstrar afeto e sentimentos, Problemas conjugaisSentimentos reprimidos, Dificuldades sexuais, Estresse no trabalho, Identificar relacionamentos abusivos , sentimento crônico de vazio, insônia, pensamentos obsessivos, ideação suicida, comportamento de automutilação, transtorno de personalidade: Bipolar, Borderline, Esquiva, Paranóide, TDAH

Psicoterapia, Ajuda emocional, Orientações e aconselhamentos. 
Colaborando para desenvolver habilidades afetivas, pessoais e emocionais.
Tratamentos para: Ansiedade, Depressão, dificuldade de relacionamento (afetivo, social, profissional e familiar), necessidade de aceitação, baixa autoestima, lidar com sentimento de culpa, manter um relacionamento feliz, carência afetiva, dependência emocional, desmotivação, estresse, dificuldade de comunicação, dificuldade de demonstrar afeto, dificuldade de expressar sentimentos. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A dificuldade de relacionamento

A banalização do amor

A necessidade de agradar