Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

A dificuldade de relacionamento

Por que algumas pessoas apresentam mais dificuldade em se relacionar que as outras? Aquilo que para alguns é tão natural, para outras é um pesadelo. O tema não é fácil e abre diversas possibilidades de entendimento. A proposta aqui não é esgotar o assunto, mas ao contrário, buscar novas formas de entendimento. Alguns indivíduos preferem abster-se do convívio social, isolando-se ou buscando apenas relacionamento na internet, onde não precisam se expor com totalidade, podendo "deletar os indesejáveis" quando bem entender. A dificuldade de relacionamento pode ser entendida de várias formas: Dificuldades específicas: Contextuais=> na hora de namorar, paquerar, falar em público; Operacionais => dificuldades em se relacionar somente no ambiente de trabalho, escolar ou religioso; Familiares => dificuldades em manter relações de qualidade somente no âmbito familiar Gerais => surgem em vários contextos ao mesmo tempo. Aspectos sócio-históricos => variáveis sócio-históri

Para que serve um psicólogo?

Imagem
Para que serve um psicólogo, afinal? Para conversar? Para cuidar da "loucura"?  Para dar suporte nas horas difíceis?. Sim. A psicologia se propõe a levar ao seu cliente o  bem-estar afetivo-emocional. Mas para que isto ocorra, o psicólogo deve verificar outros fatores: (a) as condições físicas do cliente: para fazer encaminhamentos necessários à profissionais da saúde, como nutricionistas, fisioterapeutas, clínicos gerais, psiquiatras, pediatras, etc. (b) O ambiente social do cliente: isto é particularmente importante, uma vez que o meio exerce uma forte influência sobre o comportamento, determinando tendências, hábitos, pensamentos, crenças e valores. O atendimento psicológico deve sempre priorizar a demanda do cliente, buscando alternativas satisfatórias. Deste modo, o psicólogo pode: (1) Conversar -  Algumas pessoas simplesmente não tem com quem conversar e  buscam alguém que possa legitimar seus pensamentos, suas crenças e comportamentos. Neste sentido,