Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2016

Ciúme: o normal e o patológico

Imagem
Definição A palavra ciúme deriva do latim Zellumen, que significa "zelo" "cuidado". Remete à tendência a zelar daquele objeto que apreciamos. Provoca emoções negativas como a raiva e a tristeza, uma vez que surge quando percebe-se a existência de ameaças reais de perdas, portanto trata-se de uma emoção normal, que surge em contextos pontuais. Há quem diga que o ciúme é o tempero do amor, mas será justo temperar uma relação com o sofrimento alheio? Sentir ciúme é algo normal, porém as reações podem (e devem) ser controladas. Ciúme normal É normal sentir ciúme podem ocorrer quando o (a) parceiro (a) é claramente cortejado (a) ou corteja outra pessoa, dentro daquilo que o casal entenda como cortejo . Alguns comportamentos invasivos de terceiros, podem exigir que o casal se posicione de maneira firme, para evitar importunações. Infelizmente, isto ocorre com muita frequência. Ciúme patológico A Síndrome de Otelo é uma referência à obra de Shakespeare, cujo personagem, ce

Relações afetivas mediadas pelas redes sociais

Imagem
Relações de controle nas relações afetivas: Namoros, casamentos ou prisões? Com o avanço das tecnologias, a facilidade de comunicação está aumentando.  Hoje é possível falar com aqueles que amamos em tempo real, de qualquer lugar do mundo. Desta é que é possível também saber a localização (exata ou aproximada) do outro,  acompanhar seu deslocamento, saber se está ou não online, bem como a última vez que visualizou suas mensagens. A vantagem é que isto aproxima as pessoas.  A desvantagem é que possibilita o controle excessivo sobre o outro, impossibilitando que relações de confiança sejam estabelecidas. A proximidade virtual desfavorece a formação de vínculos de confiança, pois existe uma tendência a acreditar naquilo que se a respeito do outro nas redes sociais, ao invés de ouvi-lo. É  muito comum  encontrar "surpresas" ao "xeretar" no perfil do outro. As vezes basta uma foto, uma frase, um "like", ou um post para que a relação sofra alguns estremecimento