Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2019

Não se entregue ao desespero - Lute

Imagem
 "Desesperar Jamais,  aprendemos muito nestes anos afinal de contas não tem cabimento entregar o jogo no primeiro tempo"   Ivan Lins e Vitor Martins Ao comparar as adversidades com um jogo, os compositores nos permitem compreender a situação como um jogo onde é possível ganhar ou perder.  Mas quando as derrotas surgem, o sentimento natural é a desesperança: parece que a vida não tem mais sentido, e que não adianta mais lutar. Este sentimento é legítimo, uma vez que as adversidades muitas vezes, implicam em perdas importantes.  Porém, é preciso que haja tomada de consciência sobre a realidade dos fatos, a fim de se promover a justa equação sobre o que foi perdido, o que deve ser recuperado, o que vale ou não a pena fazer. Isto exige reflexão. Desesperar jamais, pois é preciso manter uma visão realista dos fatos para contornar as adversidades e compreender o que pode ser tentado para minimizar a situação. Nem sempre é fácil,